ORIENTAÇÃO DE PAIS: SERÁ QUE PRECISO?

Talvez tudo o que você precisa é de uma orientação de pais, já pensou nisso?

Hoje nossas crianças possuem  direitos, voz ativa e também certas responsabilidade, mas nem sempre foi assim.Não precisamos ir muito longe para lembrarmos de algumas falas como ” criança não tem o que querer “;  ” Crianças, mulheres e cachorros comem por último” SIM, eu já ouvi essa frase, e com certeza tem muita raiz histórica e cultural ai.

 

Como qualquer mudança em uma sociedade, muitas vezes demoramos para achar um “meio termo”, um equilíbrio entre o tudo e o nada. Se antes a criança não podia fazer nada, em alguns lares a criança é literalmente o REI da casa, manda e desmanda, manipula, chora, agride. Mas e os pais? tentando acertar, simplesmente paralisam, não sabem como reagir àquilo tudo.Aqui no blog, temos um texto que falamos só sobre “BIRRAS” Para ver, é só clicar no link aqui em baixo.

 

Entra aqui a orientação de pais, para ajudar mães e pais a lidarem com os conflitos familiares envolvendo seus filhos; ajudá-los a refletirem o porquê a situação chegou onde chegou e mostrar alternativas de disciplina, com afeto, carinho, e sem violência.

 

SIM, É POSSÍVEL educar, dizer não, dar limites sem usar de força física, chantagens ou humilhações. Pode parecer simples, mas em meu consultório é tão frequente receber pais perdidos, desesperados e que por fim acabam sendo violentos com seus filhos. A agressão física não educa, não ensina nada ALÉM da própria violência.

oritentação de pais

  • Adianta falar para o filho não bater na escolinha se ele apanha em casa e ainda ouve que isso é amor??
  • Adianta bater e depois de 10 segundos pedir desculpas?? Resolve ?

 

Ah , mas sempre apanhei e nunca morri!!! Essas são as frases que ouvimos por ai. Sim, não morreu, mas tem muita criança que por sempre apanhar aprendeu que esse era o jeito de amar, que aprendeu a ter relacionamentos destrutivos, que aprendeu a não dialogar, que internalizou que tudo que faz não é bom o suficiente. Conhce alguém assim?

 

Dessa forma, é de fundamental importância qu

e os pais estejam atentos a si mesmos, a forma como educam seus filhos e os comportamentos dos mesmos. Buscar uma ajuda especializada através da orientação de pais pode ser uma importante decisão para o futuro deles. O psicólogo, durante as sessões, irá investigar os comportamentos que podem ser melhorados, tanto das crianças, quanto dos pais. Além disso, a intervenção será diretiva e focada no desenvolvimento da criança e na dinâmica famíliar, favorecendo os vínculos e a confiança mútua entre pais e filhos.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as Novidades


Entre na nossa lista de E-mail

Você que já adotou, ou quer adotar, receba dicas sobre o mundo da adoção no seu E-mail.
QUERO ENTRAR NA LISTA
close-link