A CULPA É DA MÃE?

Quando a mulher torna-se mãe, junto com esse papel vem uma alta carga de responsabilidades e cobranças.

E há um conflito entre ser “escrava do seu pimpolho”, o que está longe de ser saudável e separar-se dele de vez em quando, para ter um tempo para si e voltar gradativamente a outras atividades, que não envolva exclusivamente os cuidados maternos.

Existe garantia de maternidade perfeita ?

Não! Porque cada dinâmica familiar é singular, com personalidades diferentes e relações únicas.

Ser mãe não tem que ser uma “tarefa da mulher” e tão pouco uma predestinação feminina, na qual a criança PASSA A SER o centro do Universo.

O sentimento materno deve ser respeitado e muitas mães e pais se veem fazendo tudo pelo seu filho e isso inclui sacrifícios. Mas no caso da mulher , ela não precisa se tornar o PRÓPRIO SACRIFÍCIO, anulando-se ou culpando-se exageradamente por aquilo que talvez não consiga fazer ou entregar.

A palavra chave é DES-CULPAR-SE e aceitar que os moldes, muitas vezes inatingíveis de maternidade impostos atualmente, estão longe de ser o ideal, e cada qual faz a sua maneira, provavelmente dando o seu melhor, o que para a criança basta.

Filhos não precisam de uma mãe esgotada emocionalmente por tentar enquadrar-se nos moldes esperados pela sociedade, de dar conta de tudo.

Inclusive se for necessário por exemplo, deixá-lo na creche para trabalhar, certamente ele irá sobreviver!

O importante é a qualidade do investimento afetivo no tempo partilhado juntos, na entrega que se faz em momento únicos e especiais.

A resiliência, que é capacidade de adaptar-se faz parte da constituição humana e as crianças seguramente nascem com ela!.

Desumano é impor as mulheres que elas devam ser suficientes e eficientes em tudo, inclusive quando são mães…ou não…

E você consegue compreender os seus sentimentos sobre a maternidade ?Para se preparar melhor para adoção, assista o mini-curso Caminhos para uma adoção consciente => http://caminhosdaadocao.com.br/curso-online-2/

 

Com carinho,
Tatiany Schiavinato
Psicóloga
Atendimentos presenciais e online.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *